No dia 19 de abril de 2019, tivemos a honra de fazer algumas perguntas, de caráter informal, para o mais novo técnico campeão do CBLOL, Maestro da INTZ. As perguntas foram realizadas após o showmatch de INTZ x Flamengo na Dreamhack Rio 2019.

Qual foi a mentalidade da equipe INTZ após a o resultado da primeira partida contra o Flamengo na final?
MAESTRO- “Eu considerava que seria um jogo atípico antes de começar a série, nós conversamos durante a semana e decidimos que ‘Olha, nós vamos para o tudo ou nada desdo nível 1’, pois nós queríamos quebrar um pouco da expectativa do primeiro jogo, e nós tínhamos consciência que isso poderia dar errado, então, eu particularmente discordo um pouco do que fizemos naquele nível 1, eu preferiria outra coisa, mas eles não quiseram na hora, mas eu fiz todo um planejamento de tudo o que a gente iria fazer, mas acabou dando errado. E quando eles chegaram lá em cima, nós conversamos ‘Olha, esquece esse jogo, pois nós sabíamos que podia dar errado, então vamos para o jogo, pois ainda está zero a zero’. Eu acredito que essa era a mentalidade que tínhamos de tomar naquele momento, e também esse time tem muita resiliência mental, então eles não se afetam tanto depois de uma derrota, nós tínhamos consciência que a série iria começar a partir dali e não naquela partida. Então, na minha opinião, se a gente não faz essa ‘roleta’, nós teríamos ganhado a série de 3X1 ou 3X0, pois eu não achava que eles (Flamengo eSports) eram tão superiores, igual todo mundo achava.”

Qual a postura que a INTZ e-sports tem que ter no MSI 2019?
MAESTRO-  “Eu vou dar o máximo de prioridade possível na mentalidade de que nós podemos conseguir alguma coisa lá fora, não só ‘pegar experiência’ e ir lá só para viajar. Eu não acho que o nosso dever está cumprido, acredito que nós podemos fazer mais, então essa é a primeira mentalidade. E a segunda é não ter medo, porque vão ter coisas diferentes, vão ter coisas ‘um pouco melhores’ do que aqui, mas nós conseguimos vencer aqui, mesmo não sendo os favoritos e eu acredito que da para vencer sim. Eu tenho consciência que existem alguns times que estão realmente acima, exemplo a SKT, G2, entre outros que são um pouco mais complicados, mas até lá eu não acho que a gente tem que ter barreiras. Então se nós focarmos no começo do campeonato e conseguirmos boas MD1, que é a parte mais difícil do MSI, pois você não pode perder, então se a gente conseguir vencer essas primeiras partidas do campeonato, eu acredito que se nós chegarmos na MD5, nós estaremos um pouco mais ‘em casa’, pois nós gostamos de jogar MD5.”

Maestro – Técnico da INTZ e-sports e Jeferson Borher – Editor da Extreme Players

Lembrando que o MSI 2019 começou hoje, dia 1 de maio e a estreia da equipe brasileira será amanhã dia 2 de maio às 11:00 hrs (horário de Brasília), com transmissão ao vivo através dos canais da RIOT Games Brasil.

https://br.lolesports.com/partidas/10/msi_2019/play_in_group_b/VEG-vs-ITZ/jogo/1

Não esqueça que os ingressos da BGS estão a vendas através do link: http://bit.ly/BGSExtreme2019 

Estaremos lá fazendo cobertura do maior evento da America Latina! 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here