Lara Croft é uma das personagens mais populares da cultura pop, sendo que até mesmo o Guiness Book em 2006 a reconheceu como “A melhor aventureira e heroína do Mundo dos games, também a mais bem sucedida”, seus jogos são um dos mais famosos em todo mundo e é considerado um clássico para qualquer gamer. Está é Lara Croft, uma mulher forte que não se abala nas dificuldades e derruba qualquer obstáculo em sua frente, a sua estória já passou além dos games, também em animação, HQs, Livros e até pelo cinema, sendo interpretada primeiramente pela bela Angelina Jolie, mas após anos do encerramento da Franquia nos cinemas, Tomb Raider vai ganhar uma nova adaptação cinematográfica, interpretada agora pela da talentosa Alicia Vikander, ela estrela o reboot que aborda a origem de Lara Croft.
E já que falta pouco para conferirmos essa nova adaptação, vamos conhecer um pouco da jornada dessa arqueóloga aventureira.

A Criação

Lara Croft foi criada pelo disigner Toby Gard, pensando em criar um personagem aventureiro para o game Tomb Raider, Gard inicialmente criou um clone de Indiana Jones, mas acabou não sendo aceito pela produtora, voltando para a criação, Gard pensou em um personagem feminino, pois percebera que muitas pessoas ao jogar Virtual Fighter (jogos de luta) tinham uma preferencia maior por personagens femininas. Primeiramente ele desenhou uma personagem sul-americana chamada Laura Cruz, mas acabou evoluindo para uma arqueóloga britânica chamada Lara Croft, que inspirada em Indiana Jones.

Inspiração do nome

O nome da personagem foi escolhido por meio de uma lista telefônica, sendo que seu nome completo é Lara Croft Mandy DeMonay.

Games

Tomb Raider foi primeiramente publicado pela desenvolvedora de jogos Eidos Interactive (a partir de 2009, essa desenvolvedora passou a fazer parte da Square Enix Europe) para o console Sega Saturn e depois para o Playstation (Tomb Raider foi um dos jogos que levaram a Sony a ascensão na indústria de games). Tomb Raider é um dos exemplos mais antigos de games do gênero 3D, sendo caracterizado como uma aventura e ação em terceira pessoa, em cada jogo o usuário pode contar com novas armas e movimentos. Com o passar dos anos os gráficos, a jogabilidade, a narrativa e os quebra-cabeças melhoraram bastante, a personagem passou a explorar locais mais diversos, além de mais inóspitos.

Estória

O game já tem 22 anos de existência e como qualquer jogo que tem tanto tempo de existência, precisou se renovar para continuar fazendo sucesso, no caso de Tomb Raider foram três renovações.

Primeira Versão: Lara foi criada em meio à aristocracia britânica cercada de luxo e riqueza, mas aos 21 anos ela sofreu com um naufrágio próximo à costa do Japão e se vê obrigada a confiar em sua mente para permanecer viva. Esse acidente mudou-a completamente, a inspirando a abandonar sua vida de conforto e segurança em favor de viajar ao redor do mundo sozinha, levando a ser livre da família.
*Controvérsia: Ainda na primeira versão, no game “Tomb Raider: The Last Revelation” conhecemos Lara aos 16 anos acompanhando o famoso arqueólogo Werner Von Croy em uma expedição ao Camboja, este evento foi causou do fim da amizade entre os dois, mas também fez Lara se interessar por civilizações antigas e artefatos.

Segunda Versão: Neste remake da franquia vemos alguns elementos que a diferenciam da original. Com apenas 9 anos Lara e sua mãe sofrem um acidente de avião no Himalaia (que levou o desaparecimento de sua mãe). Lara consegue sobreviver em uma jornada de dez dias para Kathmandu onde contata seu pai Richard Croft. A infância de Lara então ocorreu sob o olhar do pai, um arqueólogo que permitia que Lara o acompanhasse em suas expedições (a maioria dessas expedições era para descobrir o que aconteceu com a mãe de Lara). Aos 18 anos o pai de Lara morre (sob circunstancias misteriosas), Lara então herda o título de “Condessa de Abbington” e passa a perseguir toda e qualquer pista que levasse a descobrir a verdade sobre a morte de seus pais.

Terceira Versão: Este reboot da Franquia traz um novo recomeço, Lara é apresentada como uma jovem despretensiosa e focada em seus estudos, principalmente por buscar a verdade sobre o desaparecimento de seus pais em uma expedição, ela teve uma infância cheia de conforto, sendo protegida das crueldades da vida, cresceu viajando com seus pais em expedições e assim nutriu uma paixão por mistérios antigos. No primeiro game desta versão, vemos Lara em sua primeira expedição sem seus pais, ainda inocente e que precisa provar ser uma sobrevivente para alcançar o seu destino.
*Controvérsia: Na sequencia “Rise of the Tomb Raider”, a origem de Lara teve uma pequena alteração, seu pai Richard Croft passou a focar suas investigações arqueológicas em mitos de imortalidade após a morte da mãe de Lara, o que o levou a beira da insanidade antes mesmo de seu próprio desaparecimento.

Linha do Tempo

A franquia de jogos Tomb Raider tem uma linha temporal bem extensa, contendo três linhas do tempo para a estória da arqueóloga.

Primeira Continuidade: Desenvolvida pela Core Design e publicado pela Eidos Interactive.

“Tomb Raider”: No ano de 1996, o primeiro game da Franquia Tomb Raider foi lançado para a plataforma Sega Saturn e depois para o MS-DOS e Playstation, além de versões portáteis nos anos de 2002 e 2003. Neste primeiro game, Lara foi contratada pela empresaria Jacqueline Natla para recuperar um artefato chamado Scion, que está dividido em três peças espalhadas pelo mundo. O game se passa na cidade do Peru, Grécia, Egito e terminado na lendária Atlântida.

“Tomb Raider II”: Sequencia lançada para PC e Playstation no ano de 1997. Aqui Lara parte em missão para encontrar a Adaga de Xian, que em tempos antigos era usada pelo Imperador Chinês para comandar seu exercito, ela também tinha o poder de transformar uma pessoa em dragão assim que a faca fosse mergulhada em seu coração. O milionário Marco Bartoli também está atrás da adaga e assim se inicia uma corrida pelo artefato e pelo destino do mundo. O game se passa na China, Veneza, Mar Adriático e termina no Tibete.

“Tomb Raider III”: Terceiro game da franquia, lançado em 1998 para Playstation e Windows, posteriormente também foi lançado para Macintosh e Network. Nesse terceiro capítulo, Lara sai em busca de quatro artefatos poderosos que estão espalhados pelo planeta, esses artefatos tem a origem de um cometa que caiu na Antártida quando o lugar ainda era formado por grama e árvores que caíram por conta do cometa, deste cometa surgiu um material que dá poderes e acelera a evolução do ser, esse material se fundiu em quatro artefatos com um poder ainda maior e que com o tempo se perderam pelo mundo. O game se passa na Índia, Nevada, Londres, Ilha de Puna e termina na Antártida.

“Tomb Raider – The Last Revelation”: Quarto game da franquia lançado em 1999 para as plataformas PC, Playstation, Dreamcast e MAC. O game começa mostrando Lara ainda jovem, sendo ensinada pelo professor e amigo Von Croy a arte da arqueologia, mas em uma de suas expedições um terremoto os atinge, Von Croy fica preso e Lara sai em busca de ajuda. A aventura vai para o presente e se passa no Egito, quando sem intensão Lara liberta o deus egípcio das trevas Seth e deve correr contra o tempo para detê-lo antes que mergulhe o deus das trevas mundo em um completo caos. O game se passa no Camboja e depois em diversas cidades e cidadelas antigas do Egito.

“Tomb Raider – Chronicles”: Lançado no ano de 2000 para as plataformas Playstation, Dreamcast, Microsoft Windows e Mac OS. No último game, Lara ficou trancada em uma Pirâmide e isso fez muitos imaginarem que a mesma havia morrido e que este seria o fim do game. A narrativa aqui começa com um memorial, os mais próximos de Lara se reúnem na mansão Croft para falar das aventuras de Lara por todos esses anos, mas mau sabiam eles que Lara estava viva. Ela conseguiu sair da pirâmide de Hórus e no final do game ela conta como escapou de lá. O game se passa em Roma, Rússia, Irlanda e Nova York.

“Tomb Raider – The Angel of Darkness”: Ultimo game dessa primeira continuidade e sexto jogo da Franquia, foi lançado em 2003 para as plataformas PC, Playstation 2 e MAC. Neste game como já introduz o título, Lara está mais sombria e caminha pela trilha da vingança, sangue e traição. Após uma série de assassinatos, Lara é levada a um conflito com o alquimista Eckhardt, ela é acusada de assassinar seu ex-mentor Von Croy e se torna uma foragida da polícia. O artefato misterioso desta vez está em cinco pinturas do século XIV, as quais o alquimista deseja muito. O game de passa na França e na Republica Checa.

Segunda Continuidade: Desenvolvida pela Crystal Dynamics e publicado pela Eidos Interactive.

“Tomb Raider – Anniversary”: Primeiro game da segunda continuidade da Franquia, é um remake do game lançado em 1996. Este remake foi lançado em 2007 para as plataformas Playstation Portable, Playstation 2, PC e Nintendo Wii. Este é um remake do primeiro jogo da Franquia lançado em 1996, contém a mesma narrativa, mesmos personagens e lugares, apenas com algumas mudanças sutis como o pai de Lara ser um arqueólogo e os gráficos do game melhoraram.

“Tomb Raider – Legend”: Este game foi lançado em 2006 para as plataformas Playstation 2, Playstation Portable, XBOX 360, XBOX, PC, Gamecube, Nintendo DC e Game Boy Advance, considerado um dos três melhores games da Franquia. A introdução mostra o acidente de avião que Lara e sua mãe sofreram nas montanhas do Himalaia, neste acidente sua mãe desaparece em um portal que se abre misteriosamente. Já adulta, Lara está em busca da espada Excalibur, ela descobre que a espada está ligada ao desaparecimento de sua mãe e decide recuperar todos os seus fragmentos, no fim do game Lara descobre que sua mãe foi levada para lendária ilha de Avalon. O game se passa na Bolívia, Peru, Japão, Gana, Cazaquistão, Inglaterra e no Nepal.

“Tomb Raider – Underworld”: Último game da segunda continuidade, foi lançado em 2008 para as plataformas Playstation 3, XBOX 360, PC, Wii e Nintendo DS. Desta vez Lara deve ir para diversos locais do mundo, seguindo as pistas deixadas pelo caminho por seu pai para assim encontrar a lendária Avalon e descobrir os mistérios que envolvem o desaparecimento de sua mãe. O game se passa na Inglaterra, Tailândia, México, Noruega, Sibéria e Áustria.

Terceira Continuidade: Desenvolvido pela Crystal Dynamics e publicado pela Square Enix.

“Tomb Raider”: Reboot da Franquia Tomb Raider, este é um reinicio definitivo da personagem, o game tem a finalidade de não ter nenhuma correlação com os demais games da Franquia já lançados. Lançado em 2013 para as plataformas Microsoft Windows, Playstation 3 e XBOX 360. Lara viaja em sua primeira expedição a fim de encontrar o reino perdido de Yamatai, seu navio acaba atingido por uma tempestade e se destrói, deixando os sobreviventes perdidos em uma ilha deserta. Lara separada do grupo é capturada por um selvagem, mas consegue escapar, ao decorrer da narrativa Lara descobre que a ilha é habitada, consegue reagrupar os sobreviventes do naufrágio e ao mesmo tempo descobre que a ilha onde está é a ilha de Yamatai, dai em diante a narrativa passa por diversas reviravoltas mostrando que os habitantes da ilha eram criminosos, mercenários e sobreviventes de naufrágios e que construíram uma sociedade baseada na Irmandade Solarii com adoração a Himiko (lenda que deu vida ao reino perdido de Yamatai). O game se passa inteiramente na ilha Yamatai, próxima ao Japão.

“Rise of the Tomb Rider”: Lançado em 2015 para as plataformas Microsoft Windows, XBOX 360, XBOX One e Playstation 4. Depois de sua experiência com o sobrenatural em Yamatai, a verdade sobre a ilha é encoberta pela organização Trindade, para provar que não está louca, Lara fica obcecada em provar serem verdadeiros outros mitos pelo mundo a fora. Lara então descobre nas notas deixadas por seu pai falecido e sua viagem para a tumba do profeta indica que a lenda de Koschei, o imortal é verdadeira. As pistas lá encontradas a levam para a Sibéria, assim ela tenta descobrir a localização da cidade mítica de Kitezh, que segundo as lendas contém os segredos para a imortalidade. Lara descobre que a cidade mítica fica na Rússia e parte para uma corrida contra o tempo, sobrevivendo a humanos, animais e um ambiente inóspito, a fim de descobrir sobre o mito e finalmente se tornar aquilo que está destinada. O game se passa na Inglaterra, Sibéria e Rússia.

“Shadow of the Tomb Raider”: Em 2015 foi revelado que o arco da estória iniciada em 2013 com “Tomb Raider” é na verdade uma trilogia. Passando pelo segundo game “Rise of the Tomb Rider” de 2015 e terminando no terceiro game do reboot da Franquia, que será intitulado “Shadow of the Tomb Raider”, está previsto para ser lançado no inicio de 2019.

Lara nas HQs:

Desde 1998, Tomb Raider foi licenciado à Top Cow Productions que já publicou um grande número de HQs da Franquia. Sua edição de estreia nos EUA foi à revista mais vendida do ano de 1998. Aqui no Brasil, suas HQs foram publicadas pela editora Abril Jovem que distribuiu as quatro primeiras edições através das revistas “Ação Games”, mais tarde a editora Devir publicou duas edições especiais encadernadas com as estórias: “Tomb Raider: Saga da Máscara da Medusa” e “Tomb Raider: Em Busca de Shangri-La”. Atualmente as HQs de Tomb Raider estão sendo publicadas pela Dark Horse Comics. Reuni aqui algumas das sagas mais recentes:

“Tomb Raider – The Beggining”: Escrita por Rhianna Pratchett e desenhada por Nicolás Daniel Selma, essa HQ foi lançada em março de 2013, mostra como a tripulação do navio Endurance (navio que naufraga em “Tomb Raider” de 2013) se reuniu para a missão de descobrir sobre o reino perdido japonês de Yamatai, enquanto a tripulação se reúne, a expedição enfrenta ameaças inesperadas antes mesmo de começar a viagem.

Saga = “Tomb Raider – Season of the With” (Vol. 1 ao 6): Escrita por Gail Simone e desenhada por Nicolás Daniel Selma.

Tomb Raider #1 (fevereiro de 2014): Esta é a primeira de uma nova série que retrata Lara e suas aventuras após os eventos do game “Tomb Raider” (2013), em aventuras que irão mudar sua vida.

Tomb Raider #2 (março de 2014): Lara e seus amigos estão tendo visões terríveis, consequência do que viveram no reino de Yamatai, mas estas visões não são comuns, elas anunciam um destino obscuro para além do que imaginavam.

Tomb Raider #3 (abril de 2014): Lara está em busca de uma força estranha que está aterrorizando todos os sobreviventes do Endurance, enquanto isso, criaturas mitológicas parecem causar estragos em Lara, trazendo de volta fantasmas de seu passado.

Tomb Raider #4 (maio de 2014): Lara está próxima da verdade, mas ela está sendo perseguida pelas ruas de Londres, o que a preocupa é a segurança de seus amigos, os sobreviventes do Endurance.

Tomb Raider #5 (junho de 2014): Sua melhor amiga Sam está sendo alvo de um inimigo mortal e Lara corre para descobrir quem será o próximo, ela luta para descobrir a verdade do que está acontecendo e salvar seus amigos.

Tomb Raider #6 (julho de 2014): Sua jornada até aqui a leva de volta para a ilha de Yamatai, Lara deve sobreviver e descobrir a verdade sobre o real perigo que a persegue.

Saga = “Tomb Raider – Secrets and Lies” (Vol 7 ao 12): Escrita por Gail Simone e Rhianna Pratchett, desenhada por Nicolás Daniel Selma.

Tomb Raider #7 (agosto de 2014): Aqui começa uma nova aventura para Lara, em um parque de diversões assustador, uma mulher misteriosa com uma conexão pessoal com os acontecimentos da ilha de Yamatai leva Lara mais uma vez a uma perigosa aventura.

Tomb Raider #8 (setembro de 2014 e a partir deste exemplar, as revistas foram desenhadas por Derlis Santacruz): Lara e seus amigos são atraídos a Chernobyl, enquanto tentam descobrir a verdade, o que pode custar suas próprias vidas. Eles devem lutar para sobreviver a um assassino que os persegue.

Tomb Raider #9 (setembro de 2014): Lara e seus amigos estão presos na colônia desolada e amaldiçoada de Roanoke, enquanto tentam escapar de um assassino treinado eles descobrem que existem coisas mais terríveis espreitando no escuro.

Tomb Raider #10 (novembro de 2014): Após uma viagem as profundezas da colônia perdida de Roanoke, Lara está sob ataque e segue viagem pelo deserto, agora com informações perigosas.

Tomb Raider #11 (dezembro de 2014, estas duas últimas edições foram desenhadas por Nicolás Daniel Selma): Para revelar um terrível segredo, Lara está arriscando a própria vida, enquanto isso as coisas não vão nada bem em casa.

Tomb Raider #12 (janeiro de 2015): Lara continua sua jornada, agora se encontra num confronto contra um assassino mortal. Ela precisa finalizar o que começou ou perderá mais do que a própria vida.

Saga = “Tomb Raider: Queen of Serpents” (Vol. 13 ao 18): Escrita por Rhianna Pratchett e desenhada Derlis Santacruz.

Tomb Raider #13 (fevereiro de 2015): Lara agora trabalha no Museu Britânico, mas sua vida tranquila é interrompida a se ver atraída por um jogo perigoso que está colocando a vida de um amigo em risco, amigo que acreditava estar morto.

Tomb Raider #14 (março de 2015): A fim de resgatar seu amigo de uma misteriosa organização, Lara e seus amigos deixam Londres, mas há um perigo nas sombras que ameaça destruir todos eles.

Tomb Raider #15 (abril de 2015): Usando como pretexto a realização de um documentário sobre o lendário Chupacabra, Lara e seus amigos são atraídos para um caso de crianças desaparecidas, enquanto caçam a organização misteriosa que mantem seu amigo refém.

Tomb Raider #16 (maio de 2015): Em uma selva aparentemente assombrada, Lara encontra uma criança perdida, esse encontro a leva a organização misteriosa que mantem seu amigo refém.

Tomb Raider #17 (junho de 2015): Lara consegue se infiltrar na fortaleza da organização misteriosa a fim de resgatar seu amigo, mas acaba descobrindo a verdadeira razão para ter sido atraída para este covil na selva, a situação piora cada vez mais.

Tomb Raider #18 (julho de 2015): Após a aventura na selva mexicana, Lara retorna a Londres, mas seu tempo longe não cai muito bem a Lara e é ainda pior para sua melhor amiga Sam. Elas devem superar aquilo que tanto as assombra.

Saga = “Lara Croft and the Frozen Omen” (Vol. 1 ao 6): Esta saga cheia de ação, aventura e bom humor aborda o universo dos games “Lara Croft and the Guardian of Ligth” e “Lara Croft and the Temple of Osiris”. Escrita por Corinna Beckho e desenhada Randy Green.

Lara Croft and the Frozen Omen #1 (outubro de 2015): Em uma corrida contra o tempo, Lara deve impedir que um grupo de cultistas causem uma devastação catastrófica mundial e que consigam os antigos artefatos de marfim, que possuem uma chave com o poder de salvação e destruição.

Lara Croft and the Frozen Omen #2 (novembro de 2015): Para impedir que os cultistas causem um grande desastre natural em escala mundial, Lara deve se unir a seu antigo rival Carter Bell, contando com sua experiência para juntos enfrentar o perigo em uma aventura nunca vista antes.

Lara Croft and the Frozen Omen #3 (dezembro de 2015): Lara e Carter estão presos em um aeródromo e sua única saída é através de uma chuva de balas, eles deverão sobreviver a essa corrida contra o tempo para recolher antigos artefatos e mantê-los longe dos cultistas que querem usar os artefatos para destruir tudo.

Lara Croft and the Frozen Omen #4 (janeiro de 2016): A identidade do inimigo de Lara e Carter é revelada: Sr. Green. Os dois devem usar todo o seu arsenal de armas para parar o culto liderado por Green que quer recriar o mundo, o destruindo.

Lara Croft and the Frozen Omen #5 (fevereiro de 2016): Um monstro gigante está à caça de Lara e Carter, enquanto isso os mesmos lutam contra demônios, eles devem se apressar, pois a destruição do mundo já começou.

Saga = “Tomb Raider II”(Vol 1 ao 6): Esta saga dá continuidade a saga “Tomb Raider” (HQ que aborda a vida e as aventuras de Lara após os eventos do game “Tomb Raider” de 2013). Escrito por Mariko Tamaki e desenhado por Philliop Sevy.

Tomb Raider II #1 (maio de 2016): Desta vez Lara quer desvendar os mistérios de como derrotar a morte, ela busca um cogumelo raro que é dito poder fornecer a imortalidade e ao mesmo tempo, encontra um novo inimigo letal que não morre.

Tomb Raider II #2 (março de 2016): Lara continua em busca do raro cogumelo que dá a imortalidade, mas ao mesmo tempo os Cavaleiros dos Esporos também buscam o cogumelo e não pararam até derrubar Lara.

Tomb Raider II #3 (abril de 2016): Lara e Jonah viajam para a China em busca da caverna que pode ter o cogumelo raro, no entanto os Cavaleiros dos Esporos podem jogar um feitiço da morte em ambos.

Tomb Raider II #4 (maio de 2016): Lutando para sobreviver em um rio furioso, Lara deve abandonar suas provisões e com poucos suprimentos, ela está na trilha dos perigosos Cavaleiros dos Esporos enquanto a escuridão aumenta selva a dentro.

Tomb Raider II #5 (junho de 2016): Lara é capturada pelos Cavaleiros dos Esporos que pretendem usar seus conhecimentos para encontrar o professor Demur e localizar o cogumelo que fornece a imortalidade.

Tomb Raider II #6 (julho de 2016): O professor Demur localiza o cogumelo raro em uma façanha que quase custou sua vida e a de Lara, mas o perigo ainda permanece espreitando Lara Croft.

Saga = “Tomb Raider: Choice and Sacrifice” (Vol. 7 ao 12)

Tomb Raider II #7 (agosto de 2016): Após derrotar os Cavaleiros dos Esporos, Lara volta pra casa, enquanto isso sua amiga Sam é transferida da prisão para um hospital psiquiátrico. Lara recebe a noticia que Sam escapou, então larga tudo para ajudar sua amiga e confrontar os males que ela enfrentou em Yamatai de uma vez por todas.

Tomb Raider II #8 (setembro de 2016): Lara descobre que a missão de salvar sua amiga Sam não é tão simples e após um encontro com a Ordem da Trindade percebe que as coisas podem piorar. Ainda assombrada por suas memorias em Yamatai, Lara está decidida a resgatar Sam a qualquer custo, mas o espectro de Himiko, a deusa Sol tem ainda grande peso na vida de Sam e ameaça consumi-la por completo.

Tomb Raider II #9 (outubro de 2016): Sam agora está trilhando pela Europa e deixando um rastro de destruição por onde passa, assim ganhando novos seguidores para sua violenta causa. Lara e Jonah estão tentando resgatar Sam da misteriosa força que a dominou, mas memorias assustadores de Yamatai ressurgem e a Ordem da Trindade fica cada vez mais envolvida nessa missão que busca de resgatar e salvar Sam.

Tomb Raider II #10 (novembro de 2016): Lara está desesperada em busca de salvar sua amiga, enquanto isso a mente de Sam esta sendo consumida pela deusa do Sol Himiko. Com a Trindade em sua cola, Lara busca respostas na biblioteca universitária e até em uma sessão no subterrâneo, pois esta ficando sem tempo.

Tomb Raider II #11 (dezembro de 2016): Lara ainda tenta salvar a amiga do controle da deusa do sol Himiko, a Trindade, uma organização das sombras com ligação com o pai de Lara está atrás de Sam para usá-la para seus próprios propósitos. Sam continua em uma jornada de destruição para se sacrificar por completo a Himiko. Quando o caminho de todos se cruzam Lara deve enfrentar amigos e inimigos antigos.

Tomb Raider II #12 (janeiro de 2017): Sam matou Lara, ou é o que ela pensa. Agora com Lara fora de seu caminho, Sam possuída pela deusa Himiko planeja voltar a Yamatai para reerguer seu antigo trono, mas Lara é uma sobrevivente e fará qualquer coisa para salvar sua amiga. Em uma batalha pela alma de Sam, Lara enfrenta Himiko de uma vez por todas.

Saga = “Tomb Raider Archives”: Esta coleção de HQs dividida em quatro partes reúne todas as edições de quadrinhos clássicos de Tomb Raider publicados pela Top Cow. As edições são remasterizadas pela Dark Horse Comics e foram lançadas em capa dura, em comemoração aos 20 anos de Tomb Raider.

Tomb Raider Archives – Vol. 1 (novembro de 2016): Escrito por Dan Jurgens e com ilustrações de Andy Park, Francis Manapul, Jonathan Sibal, Billy Tan e John Livesay. Reúne as edições de 1 a 15 das HQs originais.

Tomb Raider Archives – Vol. 2 (junho de 2017): Escrito por Dan Jurgens, John Ney Rieber, James Bonny e Adam Hughes e com ilustrações de artistas variados. Reúne as edições 16 a 24, 26 a 34 das HQs originais.

Tomb Raider Archives – Vol. 3 (outubro de 2017): Escrito por Dan Slott e ilustrado por Michael Choi, Eric Basaldua, Tyler Kirkham, Tony Daniel, Jonathan Sibal, Michael Turner e Adam Hughes. Reúne as edições 35 a 50 das HQs originais.

Tomb Raider Archives – Vol. 4 (março de 2018): Escrito por Fiona Avery, Dan Jurgens e James Bonny, ilustrado por Brian Ching, Michael Lopez, Eric Basaldura, Drew Johnson, Jay Leisten, Gerardo Sandoval e Joe Jusko. Está ultima publicação reúne as edições de 0 a ½ das HQs originais, a série Tomb Raider Journeys edições 1 a 12 e mais cinco edições únicas de Tomb Raider Origins, Epiphany, Takeover, Arabian Nights e Greatest Treasure of All.

Saga = “Tomb Raider: Survivor’s Cursade” – A saga mais recente publicada, continua a jornada de Lara após os acontecimentos da saga “Tomb Raider II”. Escrita por Jackson Lanzing e Colling Kelly e desenhada Ashley A. Woods.

Tomb Raider – Survivor’s Cursade # 1 (novembro de 2017): Após enfrentar a Trindade na Sibéria, Lara está decidida a desvendar os mistérios que envolvem a morte de seu pai. Após um rigoroso treinamento e seguir as pistas que trouxeram mais perguntas que respostas, Lara já esta preparada para descobrir toda a verdade.

Tomb Raider – Survivor’s Cursade # 2 (dezembro de 2017): O amigo e aliado de Lara, Jonah Maiava está preocupado com ela. Enquanto isso Lara está focada em rastrear a Trindade e descobrir a verdade sobre a morte de seu pai, esperando por grandes perigos, Lara se isola de seus amigos.

Tomb Raider – Survivor’s Cursade # 3 (janeiro de 2018): A busca de Lara sobre a morte do pai a leva para todo o mundo, de locais exóticos a tumbas perigosas, mas toda essa jornada acaba levando-a de volta a sua infância, ela revisita um local sagrado onde iniciou seu caminho para se tornar uma arqueóloga junto a seu pai Lord Richard Croft. Voltando ao passado, ela poderá desvendar os segredos que envolvem a morte de seu pai.

Tomb Raider – Survivor’s Cursade #4 (estará disponível em abril de 2018): Lara está encurralada pela Trindade em um templo remoto descoberto anteriormente por seu pai, mas Lara conhece as armadinhas de santuários como a palma de sua mão. Ela deve sobreviver e escapar para continuar sua busca pela verdade.

Série Animada

Muita gente não sabe, mas em 2007 a Franquia Tomb Raider ganhou uma série animada, intitulada “Revisioned: Tomb Raider” (tradução livre “Revisão: Tomb Raider”) contém dez episódios que foram distribuídos pelo serviço de videogames on-line GameTap.
Apresentados em forma de curta-metragem animada, a série se baseia nas HQs da franquia. É composta por episódios que apresentam desenhos em diversos estilos, essa sendo uma das principais críticas, pois os vários estilos de animação deixavam os desenhos confusos, além disso, a temática dos episódios é bem fraca. “Revisioned: Tomb Raider” teve apenas uma temporada e seus episódios podem ser encontrados no YouTube legendados em português.

Lara nos Livros

O universo Tomb Raider chegou também aos livros, foi lançado o livro do segundo filme “Lara Croft – Tomb Raider: A Origem da Vida”, também outros títulos que englobam suas estórias nas HQs, mas em formato de livro. No ano de 2016 foram lançados dois livros com aventuras inéditas da personagem:

Livro “Tomb Raider – Os Dez Mil Imortais”: Escrito por Dan Abnett e Nik Vincent, com 224 paginas, foi publicado em julho de 2016 pela editora Nemo.
Se situa nos anos iniciais da carreira de arqueóloga de Lara Croft que ainda é assombrada pelas lembranças de sua provação na Ilha de Yamatai, o que mais deseja é esquecer o pesadelo de sua primeira expedição. Porem logo se vê mergulhada em uma busca para salvar sua melhor amiga Sam, que está sofrendo os efeitos de uma overdose suspeita e que a deixa entre a vida e a morte. A solução é encontrar um antigo artefato capaz de curar Sam e assim solucionar os eventos sobrenaturais testemunhados na ilha. Lara não é a única em busca do artefato e terá que enfrentar um magnata nefasto, uma sociedade secreta e assassinos profissionais que estão atrás da relíquia. Sua caçada a leva a viajar ao redor do mundo em meio a uma conspiração, contatos suspeitos e combates mortais enquanto busca a cura para sua amiga e a verdade sobre a lendária relíquia.

Livro “Lara Croft and the Blade of Gwynnever”: Escrito por Dan Abnett e Nik Vincent, com 352 paginas e publicado pela editora Prima Games em setembro de 2016 (não traduzido para o português).
Após acabar derrotada em uma corrida por uma antiguidade imensurável no Sri Lanka, Lara volta para casa em Londres, mas ao receber um telefonema de um velho amigo desesperado por ajuda, descobre durante uma escavação em baixo da cidade de Londres algo espetacular que pode mudar a história das ilhas Britânicas e talvez até do mundo, mas acaba sendo arrastada para um perigoso mundo de espionagem das sombras, conspiração e trafico do mercado negro. Lara então embarca em uma missão ao redor do globo a fim de recuperar a preciosa antiguidade que conecta o mundo moderno à lendas antigas, enfrentando velhos inimigos e ameaças que tentam impedi-la de encontrar a verdade.

Lara no Cinema

Claro que não podia deixar de falar dos filmes, o universo Tomb Raider foi expandido para as telonas sob a interpretação de Angelina Jolie no papel de Lara Croft, o filme foi distribuído pela Paramount Pictures. Tomb Raider ganhou dois filmes aos quais não fez muito sucesso, principalmente entre os fãs que disseram ser uma adaptação pobre do jogo, o único elemento salvo foi a escolha e interpretação da atriz Angelina Jolie, que apesar de ser americana (Lara é Britânica) foi e ainda é considerada a atriz perfeita para o papel. É bom lembrar que os filmes foram baseados na segunda versão de origem de Lara.
Após anos do encerramento da Franquia Tomb Raider nos cinemas, em março de 2011 os direitos de adaptação foram comprados pela GK Films e a distribuição passou a ser da Warner Bros., em 2015 foi anunciado um reboot da franquia que agora iria centrar também no reboot do game (“Tomb Raider” de 2013). Por ser uma origem, Angelina Jolie não poderia voltar para a Franquia. Em 2016 a atriz Alicia Vikander foi anunciada como a nova Lara Croft dos cinemas no reboot de sua origem, sendo que a estreia do filme está programada para 16 de março de 2018. Vamos relembrar um pouco dos filmes:

“Lara Croft: Tomb Raider” (2001)
Neste primeiro filme conhecemos Lara Croft, uma arqueóloga de sucesso e uma guerreira fatal, seu pai morreu, mas deixou para ela um artefato poderoso capaz de controlar o mundo. Perseguida pela sociedade secreta dos Illuminati que procuram o artefato chamado “Triangulo da Luz” que pode controlar o tempo, Lara tem pouco tempo até que os planetas se alinhem para destruir o artefato e salvar o mundo.

“Lara Croft – Tomb Raider: A Origem da Vida” (2003)
Lara está atrás da lendária Caixa de Pandora, que de acordo com a lenda grega contem todas as pragas da humanidade, um cientista cruel quer dominar a Caixa, mas para isso precisa saber chegar a Origem da Vida. A única maneira de saber o local é encontrando um orbe que funciona como um mapa e apenas Lara com sua inteligência e experiência pode encontrar, ela ainda conta com a ajuda do mercenário Terry, seu ex-namorado.

“Tomb Raider: A Origem” (2018)
Após sete anos do desaparecimento do pai, a jovem Lara de 21 anos se recusa a assumir o comando de seu império empresarial, indo trabalhar como entregadora de objetos em Londres enquanto cursa a faculdade de arqueologia. Depois de encontrar uma pista do paradeiro de seu pai, Lara parte para a localização encontrada por ela a fim de finalmente encontra-lo. Armada apenas com sua mente afiada, fé e um espirito teimoso, ela deve aprender a ultrapassar seus limites ao viajar para o desconhecido. Se sobreviver a esta aventura, ela poderá fazer seu próprio nome, Tomb Raider.

 

Agora podemos ver a grandiosidade dessa franquia que além de jogos já se aventurou em outras mídias, fazendo sucesso ou não, é uma Franquia que já está imortalizada e será difícil de ser ultrapassada por outra parecida, por sua história e sua reinvenção, modernizando a Franquia e adquirindo novos admiradores que se fascinam pela trajetória da arqueóloga mais inteligente e corajosa do mundo: Lara Croft.

Deixe um Comentário

Por favor, deixe seu comentário!
Digite seu nome aqui